Ligue agora

Whatsapp

Soluções Avançadas para Importação e Exportação

Conte com a Brasil Importex para qualquer desafio. Oferecemos soluções avançadas para as seguintes áreas:

  • Admissão temporária

  • Entreposto aduaneiro

  • Ex-Tarifário

ADMISSÃO TEMPORÁRIA

Permite a importação de bens que permaneceram no País durante prazo fixado.

IMPORTAÇÃO

Permite a importação de bens que permanecerão no país por um prazo fixado.

Suspensão parcial ou total do pagamento de seus tributos.

ECONOMIA

Suspensão parcial ou total dos pagamentos de seus tributos.

O prazo é de um ano, podendo ser prorrogado pela autoridade aduaneira por até cinco anos.

PRAZO

O prazo é de um ano, podendo ser prorrogado pela autoridade aduaneira por até cinco anos.

Entreposto aduaneiro

IMPORTAÇÃO Neste regime especial a mercadoria pode ser importada para o Brasil com vantagens exclusivas como:

O QUE É?
O regime especial de entreposto aduaneiro na importação é o que permite a armazenagem de mercadoria estrangeira não nacionalizada em recinto alfandegado de uso público, com suspensão do pagamento dos impostos federais.

O armazenamento em recindto alfandegário pelo prazo de um ano, podendo ser prorrogável por mais um ano.

QUE MERCADORIAS PODEM PERMANECER NO ENTREPOSTO?

Mercadorias estrangeiras ainda não nacionalizadas podem ser destinadas ao entreposto.

Os pagamentos de IMPOSTOS FEDERAIS, CONTRIBUIÇÃO PIS/PASEP IMPORTAÇÃO e COFINS IMPORTAÇÃO são suspensos.

QUANTO TEMPO OS BENS PODEM PERMANECER NO RECINTO?

Em regra geral, a mercadoria poderá permanecer no regime de entreposto aduaneiro na importação pelo prazo máximo de um ano, prazo este concedido previamente pela Receita Federal. Este prazo, em casos excepcionais, poderá ser prorrogado por mais um ano.

EX-TARIFÁRIO

 

Quando não há insumos ou produtos com similar nacional equivalente, é possível solicitar o ex-tarifário, ou seja, a redução ou isenção do Imposto de Importação (II) ou Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) deste material. Para que este regime especial seja aceito, há a necessidade de um pedido especial junto à Câmara de Comércio Exterior (CAMEX), publicação prévia no Diário Oficial e deferimento do pedido.