Ligue agora

Whatsapp

O que é a Taxa Selic qual o significado que ela tem para empresas?

23/05/18  |  Análise, Dicas

O que é a Taxa Selic qual o significado que ela tem para empresas?

 

Em maio, o Comitê de Políticas Monetárias (COPOM), órgão vinculado ao Banco Central do Brasil (Bacen), divulgou uma medida que surpreendeu a muitos. Estava estampado na página de quase todos os jornais: a taxa Selic seria mantida a 6,50% a.a.

Mas, afinal de contas, o que isso significa? A seguir, você irá compreender a importância de entender como funciona a Selic.

 

O que é a Selic?

A Selic, abreviação para Sistema Especial de Liquidação e Custódia, também é conhecida como a taxa básica de juros da economia.

Essa taxa de juros é utilizada como base nos empréstimos feitos entre bancos e também em aplicações feitas tanto por essas instituições financeiras como por investidores em títulos públicos federais.

De maneira simplificada, podemos dizer que a Selic corresponde ao valor de juros que o Governo paga quando empresta dinheiro. Mas por que o Governo precisa pegar dinheiro emprestado?

A resposta para a pergunta acima é simples: apenas com o valor dos impostos o Governo não consegue financiar suas obrigações para com os contribuintes, como saúde, educação e outros serviços básicos.

Para contornar essa situação, a solução encontrada está nos títulos públicos. Assim, ao comprar um título público você está, na verdade, financiando o funcionamento do Governo.

 

Mas qual é a relação entre os títulos públicos e a taxa Selic?

O valor dos juros que uma pessoa paga em uma determinada operação tem relação ao risco envolvido na transação. Quanto maior a chance da quantia emprestada não ser paga, maior o valor dos juros.

Porém, pensando na ótica de um governo, a situação pode se inverter. Quando o governo pega dinheiro emprestado, o risco de você não receber o que emprestou é praticamente zero. Isso porque, ao contrário e uma empresa, todo o aparato governamental está consolidado e não tem riscos de entrar em concordata ou até mesmo falir.

Podemos agora até mesmo acabar deduzindo a razão para isso. Os títulos públicos fazem parte do tipo de investimento com o menor risco no mercado. Risco baixo implica em juros baixos. Entra aí o papel da Selic – ela é a taxa de juros básica da economia, ou seja, utilizada como referência para estipular outras taxas de juros no mercado e como referência para a juros do títulos públicos.

Isso significa então que ela é utilizada para inúmeras transações realizadas no mercado.

 

Selic, um instrumento de política macroeconômica

A Selic não se restringe apenas a taxa de juros dos títulos públicos. Na realidade, ela tem um papel de extrema importância como instrumento de política macroeconômica. Nesse caso, ela também é responsável por controlar a inflação.

Para explicar o porquê disso precisamos entender antes dois conceitos: a lei da oferta e da demanda e as variações no poder de compra que ocorrem devido á inflação.

A lei da oferta e da demanda significa que quando a oferta de um determinado bem excede a procura, o preço desse bem tende a cair. Já quando demanda (procura) de um bem é maior do que a sua oferta, o preço desse bem tende a se elevar.

A relação entre o poder de compra e a inflação também é simples. A inflação eleva os preços dos produtos e serviços. Contudo, o valor dos salários não é afetado na mesma proporção. Isso significa que quando há um aumento da inflação o poder de compra das pessoas diminui. Elas terão que gastar mais para comprar o mesmo produto, já que o salário não acompanhou o ritmo de crescimento dos preços.

 

A Selic e a economia

Agora, podemos estabelecer uma relação entra a taxa Selic, a lei da oferta e procura, a inflação e o poder de compra:

  • Como a taxa de juros Selic é utilizada como base para a economia, diminuí-la significa diminuir os juros de uma economia;
  • Diminuir os juros que alguém paga em determinadas operações financeiras significa que os consumidores terão seu poder de compra aumentado, pois sobrará mais dinheiro ao final do mês que não irá para os bancos na forma de juros;
  • Com mais dinheiro disponível, os consumidores poderão gastar mais e aquecer a economia.

Você pode então estar se perguntado: se uma taxa de juros menor aquece a economia, porque então os juros não são sempre baixos?

A resposta para isso está mais uma vez na lei da oferta e demanda e na inflação. A partir do momento que o dinheiro começa a circular em excesso em um mercado seu valor é diminuído. Isso ocorre devido ao fato de que nesse cenário há uma maior procura por produtos, já que os consumidores têm mais dinheiro para gastar.

Esses produtos começam então a ficar mais caros, desencadeando o fenômeno da inflação. Há mais dinheiro circulando, porém agora você precisa de uma quantidade maior para comprar o mesmo produto.

Por essa razão, o Copom não pode abaixar o valor da Selic além dos valores suportados pelo mercado. E, devido a dinamicidade do cenário econômico, as reuniões realizadas pela entidade acontecem a cada 45 dias. Ou seja, a cada 45 dias a Comitê deve decidir se irá diminuir, aumentar ou manter o mesmo valor da taxa base de juros da economia.

 

Selic e taxa de câmbios

A Selic pode também influenciar diretamente no valor do dólar e na taxa de câmbio. Uma taxa Selic alta significa que um maior número de investidores externos estão dispostos a investir no Brasil, pois os investimentos estão atrelados aos juros e, consequentemente, apresentarão um rendimento maior.

Investimento externo significa a entrada de moeda americana no país. Uma maior quantidade de dólares na economia brasileira significa então que a moeda irá se desvalorizar e o real ganhará força.

 

A Selic pode também influenciar diretamente no valor do dólar e na taxa de câmbio.

Selic e empresas

Compreender o fucionamento da taxa Selic é importante, pois ela permite que você:

  • Saiba em qual patamar se encontra a economia;
  • Descubra qual é o melhor momento para aumentar a produção ou diminuí-la;
  • Saiba quando reduzir ou aumentar seu estoque;
  • Saiba quando pedir um empréstimo com o objetivo de expandir sua empresa.

Na realidade, são inúmeras as razões que a taxa Selic pode influenciar uma empresa. Afinal de contas, por ser a taxa base de juros da economia, todos os outros juros que você irá pagar, da fatura do cartão de crédito ao valor de um financiamento, sofrem consequência direta do valor da Selic.

 

 

Você também poderá se interessar por…

>> Importador profissional: com a ajuda da Brasil Importex você também pode ser um!

>> Protecionismo: o assunto que está pautando o comércio internacional

>> O que esperar da tecnologia no futuro?